Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.fei.edu.br/handle/FEI/3071
Title: A crise no setor aéreo brasileiro
Authors: Scacchetti, D. C.
Advisor: Kirschbaum, C.
Issue Date: 2009
Abstract: Esta dissertação analisa a crise enfrentada pelo setor aéreo no Brasil. Neo-institucionalistas como Meyer e Rowan (1977) e DiMaggio e Powell (1983) apresentaram o ambiente institucionalziado como fonte de explicação determinística para o comportamento organizacional. Contrariamente ao argumento de que instituições permanecem intactas sem esforço, foid etectado um custo e um esforço para manutenção das instituições (HUGHES, 1936). Como consequência, um trabalho institucional é requerido. (LAWRENCE, SUDDABY, 2006) para gerenciar contradições do ambiente institucional. No contexto do setor aéreo brasileiro, mudançs recentes no setor público e privado colocaram em crise a lógica institucional de todo o setor. Apesar do expressivo crescimento da demanda nos últimos seis anos (de 41,7 milhões de passageiros por ano em 2000, para 57,6 milhões em 2006), a falta de investimentos no setor, a concentração de companhias aéreas caracterizando um duopólio, as falhas de infra-estrutura, as acusações de corrupação contra os setores especializados do governo, e, finalmente, as manifestações trabalhistas e greve dos controladores de tráfego aéreo ilustraram as dificuldades pelas quais o setor vem passando. À luz da teoria institucional pretende-se compreender e caracterizar como se desenvolveu a crise aérea no Brasil
This work analyseis aviation crisis. Early neo-institutionalists (MEYER and ROWAN, 1983; DIMAGGIO and POWELL, 1983) presented the institutionalized environemtn as an over deterministically explanatory source of organizational behavior. In spite of their strong influence, there is a cost and effort to keep them (HUGHES, 1936). It requires institutional work (LAWRENCE, SUDDABY, 2005) in orer to cope with institutional clashes and malfunctioning. The Brazilian aviation industry is passing through a remarkable crisis period. despite and expressive demand growth in the last six yeats (coming from 41.7 milion passsengers by year in 2000 to 57.6 million passengers by year in 2006), the lack of investments, the strategies and issues of the private airline companies, the infrastructure gaps, the corruption charges agains t governmental authorithies, and finally the upheaval among air traffic controllers illustrate the current unsettling disturbance that the sector is facing. The proposal of this work is to shed light on these events using the institutional theory described to verify the process that lead to a crisis
Keywords: Aeronáutica comercial
Administração de crises
URI: https://repositorio.fei.edu.br/handle/FEI/3071
Appears in Collections:Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
fulltext.pdf1.69 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.