Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.fei.edu.br/handle/FEI/172
Title: Inovação aberta como fator relevante para fluxos reversos de conhecimento: uma investigação no setor de O&G no Brasil
Authors: Cortonesi, P. P.
Advisor: Ribeiro, Fernanda Cecília Ferreira
Issue Date: 2016
Abstract: O presente trabalho investiga a inovação aberta em subsidiárias de empresas multinacionais estrangeiras, localizadas em países de economias emergentes, e inseridas em clusters industriais de alta tecnologia, para investigar se os processos colaborativos de cocriação são determinantes para que fluxos reversos de conhecimento ocorram. Pela particularidade das necessidades tecnológicas do segmento de Óleo & Gás, fazemos uma proposição na qual a interação entre a empresa e o cluster fomente a colaboração e a inovação aberta. Partindo-se de uma tipologia de inovação reversa já existente na literatura, mas que considera os processos de inovação reversa ocorrendo somente dentro da própria empresa multinacional, expandimos o modelo, trazendo os conceitos de inovação aberta e clusters industriais para propor este novo arranjo. O estudo de caso de uma empresa multinacional pertencente ao setor de Óleo & Gás localizada no cluster tecnológico de O&G do Rio de Janeiro nos pareceu bastante adequado para a observação desses fenômenos. Esperamos, com este trabalho, contribuir para a teoria dos fluxos de inovação em empresas multinacionais, sugerindo que a inovação reversa é determinada pela forma como as subsidiárias se relacionam com os atores locais, através de processos de inovação aberta.
This paper investigates open innovation in subsidiaries of foreign multinational companies located in emerging economies, and inserted in high-tech industrial clusters, to investigate if the collaborative process of co-creation is determinant for reverse flows of knowledge to occur. Due to specific technological needs of the Oil & Gas segment, we propose that the interaction between the companies and the cluster fosters collaboration and open innovation. Starting from a reverse innovation typology existing in the literature that considers reverse innovation processes occurring only within the multinational company, we have expanded the model, bringing together open innovation concepts and industrial clusters to propose this new arrangement. The case study of a multinational company of the Oil & Gas sector located in the technological cluster of Rio de Janeiro seemed quite suitable for the observation of these phenomena. We expect to contribute to the theory of innovation flows in multinational companies, by suggesting that reverse innovation is determined by the way subsidiaries relate to local actors through open innovation processes.
Keywords: Empresas multinacionais
Clusters de inovação
Inovação reversa e aberta
Óleo e gás
Subsidiárias
Publisher: Centro Universitário FEI, São Paulo
metadata.dc.identifier.doi: https://doi.org/10.31414/ADM.2016.D.128462
URI: https://repositorio.fei.edu.br/handle/FEI/172
Appears in Collections:Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
fulltext.pdf1.87 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.