Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.fei.edu.br/handle/FEI/252
Title: Aprendizagem organizacional para a inovação ambiental:desafios, perspectivas e determinantes a partir de um estudo multicasos
Authors: Jacomossi, R. R.
Advisor: Demajorovic, Jacques
Issue Date: 2015
Abstract: A discussão acerca do desenvolvimento das capacidades organizacionais para a inovação ganha importância na medida em que são impostos às empresas desafios decorrentes de cenários de mercados cada vez mais turbulentos e incertos. Nesse contexto, embora a atividade inovativa se apresente como um determinante para se garantir vantagem competitiva, a produção de riqueza material originária desse esforço pode produzir riscos ambientais. Assim, torna-se imperativo que as organizações se orientem para um tipo de inovação que promova a inserção competitiva, garantindo ganhos econômicos, mas, sobretudo, assegurando que os riscos ambientais possam ser eliminados ou mitigados. Dessa forma, este trabalho teve como objetivo entender como se dá a dinâmica de interação entre fatores que promovem a aprendizagem organizacional para a inovação ambiental. Para tanto, utilizou-se de uma pesquisa qualitativa de caráter exploratório-descritiva, por meio do estudo de multicasos em três empresas que se destacam nessas ações. A revisão da literatura amparou-se nos seguintes temas: aprendizagem individual e organizacional; aprendizagem para a sustentabilidade e inovação ambiental, resultando em uma proposição de modelo conceitual de análise composto pelos elementos (Enfoque Externo; Enfoque de Lideranças; Enfoque Cognitivo e Enfoque Funcional), compostos por oito categorias: regulação, usuários de produtos, empreendedor, gerente, memórias, educação ambiental, P&D em redes e gestão ambiental. Em campo, foram realizadas 22 entrevistas semiestruturadas com empreendedores, gestores e clientes. Os resultados da pesquisa confirmaram a importância dos elementos mapeados no modelo, com exceção para a categoria usuários de produtos, que não foi reconhecida como variável que induz a processos de aprendizagem organizacional para a inovação ambiental. Por outro lado, as categorias regulação e empreendedor se apresentaram como os indutores mais importantes nesse processo. Adicionalmente, revelou-se que a categoria gerente desempenha papel fundamental para reforçar processos de aprendizagem para a inovação ambiental, pois sua atuação tem o potencial de compensar as fragilidades decorrentes de um sistema de educação ambiental falho nas organizações.
The discussion about the development of organizational capabilities for innovation gains importance in that are imposed challenges to companies resulting scenarios increasingly turbulent and uncertain markets. In this context, although the innovative activity is presented as a key to ensure competitive advantage, material wealth production origin in that effort can produce environmental risks. Thus, it is imperative that organizations are directed toward a type of innovation that promotes competitive insertion, ensuring economic gains, but, above all, ensuring that environmental risks can be eliminated or mitigated. Thus, this work aimed to understand how occur the dynamics of the factors that promote the organizational learning for environmental innovation. Therefore, we used a qualitative study of exploratory and descriptive character, through the multi-case study of three companies that excel in these actions. The literature review has sustained on the following topics: individual and organizational learning; learning for sustainability and environmental innovation, resulting in an conceptual model analysis proposition composed of elements (External Focus, Focus Leadership; Cognitive Approach and Functional Approach), composed of eight categories: regulation, users of products, entrepreneur, manager, memories, environmental education, R & D networks and environmental management. On the field, there were 22 semi-structured interviews with entrepreneurs, managers and customers. The survey results confirmed the importance of the constructs mapped in the model, except for the category users of products, which was not recognized as a variable that leads to organizational learning processes for environmental innovation. On the other hand, the categories developer regulation and presented as the most important inducers in this process. Additionally, it was revealed that the category manager plays a key role in strengthening learning processes for environmental innovation because their action has the potential to offset the weaknesses arising from a flawed environmental education system in organizations.
Keywords: Aprendizagem organizacional
Desenvolvimento sustentável
Publisher: Centro Universitário FEI, São Paulo
URI: https://repositorio.fei.edu.br/handle/FEI/252
Appears in Collections:Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
fulltext.pdf1.73 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.