Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.fei.edu.br/handle/FEI/523
Title: A estratégia de operações e a dimensão ambiental:um estudo de caso na indústria automotiva
Authors: Heinz, Guilherme
Advisor: Almudi, Gabriela Scur
Issue Date: 2011
Abstract: As prioridades competitivas historicamente consideradas na estratégia de operações das empresas têm sido as dimensões: Qualidade, Entrega, Flexibilidade e Custo. O desempenho dessas quatro dimensões até agora foi suficiente para assegurar a competitividade das empresas e manter sua sobrevivência. A dimensão ambiental, atualmente, está ampliando de forma global sua importância estratégica como prioridade competitiva para as empresas, principalmente com a crescente demanda da sociedade na obtenção da sustentabilidade ambiental além da econômica e social, aumentando a pressão sobre as empresas e exigindo sua participação responsável na redução dos impactos ambientais e sociais. Diante deste cenário de mudança é o objetivo desta pesquisa avaliar como as empresas consideram na sua estratégia de operações a dimensão ambiental, que têm de forma acelerada aumentado sua importância para a sociedade, governo e empresas. Essa pesquisa foi realizada na indústria automotiva por meio de um estudo de caso múltiplo em três montadoras de automóveis e veículos comerciais da região do ABC paulista. A análise e interpretação dos dados da pesquisa levaram à conclusão que as empresas pesquisadas, no sentido de se adequarem às demandas atuais e futuras do mercado, ampliaram as prioridades competitivas da sua estratégia de operações para além das "tradicionais", qualidade, entrega, flexibilidade e custo, incluindo também a prioridade competitiva meio ambiente, definindo ações, metas e objetivos e um modelo de gestão proativa, no sentido de maximizar os impactos positivos da dimensão ambiental no desempenho competitivo de operações.
The operations strategy has usually considered the competitive priorities, cost, quality, delivery and lexibility. The performance of these four dimensions was enough until now to assure the firm's competitiveness and maintain its survival. The environmental dimension is, currently, enhancing globally its strategic importance as a competitive priority for the firms, especially with the growing society demands in order to obtain the environmental sustainability, as well as the economic and social one and so increasing the pressure on the firms, asking for its responsible participation in the reduction of environmental and social impacts. Facing these changing scenario, the objective of this research is to evaluate how the firms consider in its operations strategy the environmental dimension that, in an accelerate way, is enhancing its importance for the society, government and firms. This research was carried out in the automotive industry using a multiple case study in three passenger cars and commercial vehicles assemblers from the ABC paulista region. The research data analysis lead to the conclusion that the researched companies, concerning its present and future market demands attendance, also considered in its operation strategy the environmental competitive priority, beyond the "traditional" quality, delivery, flexibility and cost competitive priorities, defining actions, targets, objectives and a proactive management model in terms to maximize the positive impacts of the environmental dimension on the operations competitive performance
Keywords: Planejamento estratégico
Publisher: Centro Universitário da FEI, São Bernardo do Campo
URI: https://repositorio.fei.edu.br/handle/FEI/523
Appears in Collections:Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
fulltext.pdf719.55 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.