Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.fei.edu.br/handle/FEI/623
Title: As transações entre supermercados e seus fornecedores de frutas, legumes e verduras
Authors: Costa, Mário Wanderley Moreira
Advisor: Souza, R. de C.
Issue Date: 2009
Abstract: O presente trabalho pretende analisar as estratégias dos varejistas com seus fornecedores de frutas, legumes e verduras (FLV). Como aporte teórico será utilizada a abordagem de economia dos custos de transação e o conceito de cadeia de suprimentos. Será utilizada abordagem qualitativa, por meio de estudos de casos múltiplos. Esse estudo foi viabilizado por entrevistas com varejistas de diferents formatos por meio de questionários semi-estruturados. Foram entrevistados três varejistas (pequeno, grande uma cooperativa) e três fornecedores do pequeno e grande varejo e um fornecedor da cooperativa. Os resultados indicam que os varejistas vê aumentando o nível de exigência aos seus fornecedores de FLV. Nesse contexto os varejistas estão influenciando o desenvolvimento dos seus fornecedores. O estudo identificou que o pequeno varejista não possui uma estrutura de gestão, de logística e não conhece bem seus fornecedores em relação à procedência dos produtos. Foi verificado que, nessa transação, a especificidade de ativos é baixa e a estrutura de governança observada é a de mercado. Na cooperativa de consumo foi observada a existência de um amplo relacionamento com seu fornecedor Irmãos Benassi, e uma governança híbrida. Nas transações realizadas entre produtores e o grande varejo observa-se que, se por um lado é garantida a compra de determinados produtos, por outro lado são feitas diversas exigências a respeito da origem desses produtos. Mas, apesar dessas exigências os produtores continuam fornecendo para garantir o escoamento da produção e a atração de novos clientes para a empresa.
The objective of this study is to analyze the procurement strategies of retailers with fresh fruit and vegetables suppliers. The transaction cost economy approach and the concept of supply chain were used to anlyze the phenomenon. For the empirical work the multiple case studies method will be used. This study was allowed through interviews with retailers from different formats through semi-strutured questionnaires. Three retailers were interviewed (small, big and a cooperative) and three suppliers of the small and big retail and a supplier of the cooperative. The results indicate that the retailers are increasing the level of requirement for their suppliers of fresh fruit and vegetables (FFV). In this context, retailers are influencing the development of their suppliers. The study has identified that the small retailer does not posses a management or logistic structure and does not know well its suppliers in relation to the origin of the products. It has been verified that in this transaction the specific of assets is low, and the structure of observed governance is of market. In the consumption cooperative it was observed the existence of a close ample relationship with its supplier Benassi, and hybrid governance observed. In the transactions carried between producers and the great retail it was observed that, if on one hand the puchase of certain products is guaranteed, on the other hand several requirements are made regarding the origin of these products. But, despite these requirements, producers continue supplying in order to guarantee the drainage production and new clients for the company.
Keywords: Supermercados
Comércio varejista
Publisher: Centro Universitário da FEI, São Bernardo do Campo
URI: https://repositorio.fei.edu.br/handle/FEI/623
Appears in Collections:Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
fulltext.pdf406.65 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.